Font Size

Fala pessoal, tudo beleza?

Antes de tudo, queria desejar um feliz ano novo à todos. Que os sonhos, projetos e desejos de vocês todos se realizem, e que independentemente da crença pessoal, que acima de tudo, a bondade, a vontade de mudar o mundo, e o seu mundo, reinem no coração de todos vocês.

O post de hoje, é sobre aplicação do sensor de fogo com o nosso querido Arduino.

Mas Iago, no que se baseia o módulo sensor de fogo?

O sensor de fogo se baseia em fotoreceptor de luminosidade, que é capaz de captar ondas luminosas que estejam na faixa de 700 – 1100 nm.(nanometros) :O, que coincidentemente é a faixa das ondas luminosas emitidas por uma chama.

Ele é composto por 4 terminais, que são:

  •  A0 (responsável pelo ajuste fino de detecção);
  • D0 (responsável pela resposta de se há ou não chamas detectadas);
  • GND (Ground – Terra)
  • VCC ( 5V).

E o mais legal, a fonte do fogo, não precisa ser frontal ao módulo. Basta que ela esteja em seu “campo de visão”, que consegue varrer cerca de 60º. Maravilhoso, não? Dá pra aplicar em ele em projetos que envolvam sistemas de detecção de incêndio (com alertas), sistemas de segurança – dentre outros. Basta imaginar e realizar :D.

Mas, vamos aos trabalhos.

Material Utilizado:

Esquema de Montagem:

Fonte da imagem : Tecnodomos

Código comentado:

Resultado:


 

E não percam nosso próximo post que é sobre a integração do sensor de tensão com Arduíno e NODEMCU.

CYA!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes